Black Friday – Entenda como não ser enganado!

A Black Friday é um sucesso conhecido no Brasil, mas pelo nome americanizado já deve ter percebido que essa moda veio diretamente dos EUA para as terras brasileiras.

A novidade veio e ficou por aqui, ano após ano, as promoções da Black Friday são esperadas pelos brasileiros, e são um dos assuntos mais falados nas redes sociais. Mas você sabe a real origem da Black Friday?

A real origem do Black Friday.

Sabemos somente o básico, sobre a Black Friday, mas uma curiosidade é que a sua origem teve início pela primeira vez no ano de 1869 durante uma crise financeira aguçada nos Estados Unidos.

Com a bolsa de valores e instituições quebradas, uma saída para sair do vermelho foi apostar nessa estratégia, ou seja, aumentar drasticamente o número de compras e fazer a moeda do país circular.

Assim todos poderiam expor descontos promocionais nas fachadas das lojas atraindo muitos clientes. O termo foi ganhando popularidade nos Estados Unidos e ganhou várias versões mundo afora como a nossa aqui no Brasil.

Muitas pessoas deixam de comprar e ficam o ano todo aguardando os descontos esperando a última sexta-feira de novembro para garantir os produtos desejados pelos melhores preços. Mas será que vale a pena?

Como fugir da temida Black Fraude?

O maior medo dos consumidores brasileiros são as enganações decorrentes dessa época, afinal, são relatados inúmeros casos de propagandas enganosas durante esse período.

São tantos golpes que muitos já apelidaram a data como Black Fraude, e em vez de aproveitar os descontos reais da data, já estão desacreditados e ironizam
a campanha. Mas saiba aqui, como não ser enganado!

A primeira coisa a se fazer é focar nos produtos que deseja comprar, portanto é importante que o consumidor passe a acompanhar a evolução dos preços
durante as semanas que antecedem a Black Friday.

Agindo assim, irá realmente saber se um desconto é atrativo e vale a pena. Muitas empresas vão subindo aos poucos os preços, por exemplo e quando a data
chega, voltam ao preço original. Não aceite, denuncie!

Outra forma de não ser enganado é selecionar os produtos desejados na Black Friday e pedir um aviso, e assim poderá acompanhar cada vez que ele mude o seu preço no site, evitando golpes.

A última dica para não ser enganado é desconfiar das ofertas em sites com descontos, bem abaixo do preço de mercado. O Procon conta com uma lista de sites considerados inseguros, de uma olhada pode ajudar. Boas compras!

Recomendados